Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
17/11/11 às 20h45 - Atualizado em 29/10/18 às 15h42

Hemocentro participa do Hemo/ 2011

Servidores da Fundação Hemocentro de Brasília (FHB) participaram do Congresso Brasileiro de Hematologia e Hemoterapia/Hemo 2011 que ocorreu em São Paulo de 10 a 13/11/2011. O encontro reuniu representantes de todas as regiões do país e ressaltou a captação de doadores de sangue como ainda sendo um desafio que exige a participação de toda a sociedade.

No Brasil, segundo dados apresentados no Congresso, apenas 1,9% da população brasileira doa sangue por ano, o que não é suficiente para suprir a necessidade. Para suprir o déficit registrado no país, é preciso que de 3% a 5% da população doe sangue uma vez por ano.

O presidente da Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, Carmino Antonio de Souza, ratifica que é  preciso desenvolver campanhas de estímulo para ter sangue cada vez mais em quantidade e qualidade. “É um processo infinito porque se confunde com a questão da educação e cidadania, que é contínuo. A doação de sangue está muito mais ligada às ações da sociedade do que do governo. O que o governo precisa prover é qualidade no sistema, regulando, estimulando e tendo normas para que esse sistema funcione. Governo e sociedade têm que ser parceiros nisso,” falou Carmino.

Já o coordenador-geral da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Guilherme Genovez, disse que governo tem projetos para atrair a população para a doação de sangue e que o foco principal é atrair grupos jovens, a partir de 16 anos que praticam esportes radicais, que freqüentam academias, sem excluir outras pessoas, mas incentivando a juventude. Disse Genovez “Se eu conseguir fazer um rapaz de 16 anos doar, ele vai doar até os 68 anos de idade, então eu vou ter mais tempo desse doador ativo.”

Segundo a Gerente do Ciclo do Doador da Fundação Hemocentro de Brasília ,Ana Rita de Carvalho, que participou do Congresso com outros cinco servidores da FHB, o Distrito Federal apresenta índice superior à média nacional quanto ao percentual da população doadora, ou seja, 2.25% da população do DF doam sangue. “Estamos bem, diante da média nacional, mas precisamos melhorar para garantir, com tranqüilidade, o sangue que os nossos hospitais necessitam. Para isso, a atual Direção da FHB tem estimulado a expansão dos projetos educativos e de sensibilização da sociedade para atrair novos doadores e torná-los fidelizados ao Hemocentro, através do envolvimento cada vez maior de instituições parceiras, de grupos específicos e das redes sociais.”

Fundação Hemocentro de Brasília - Governo do Distrito Federal

FHB

Setor Médico Hospitalar Norte, quadra 3, conjunto A, bloco 3. Asa Norte, Brasília-DF. CEP: 70.710-908.